Povoado

Feliz aquele com tempo e disposição pra dá um rolê na favela..
A pé
Saldando os velhos sábios
Bambas pretxs
As rainhas q dispensam coroas.. Continuar lendo
Anúncios

o poema é o título (1)

♣ pus uma prateleira de ponta a ponta
na beira da janela longa
sobre ela, plantas, variadas
contentado por (ter a consciência de) que são importantes
té mais que eu
Amo-as! sem sequer saber o nome de cada espécie
elas brilham neste lar!
tornou-o verdejante
ando até mais falante
eu respiro nelas;
Continuar lendo

SLAMico

Nascido em alguma paragem deste Brasil;
Cachoeirinha deu à luz e depois desamparou
Taipas adotou
O centro sequestrou
e o mundo me salvou

Sou de todos os lugares por onde ando Continuar lendo

Resistência e Regozijo

Pode olhar torto, zoar, falar mal e esbravejar a sua valentia de machão
Nenhum viado vai deixar de passar e lacrar chamando a sua atenção
Olha se quiser, fi
Desde que o mundo é mundo o universo é bi
Se você não sabia disso, acabou de descobrir
Cada um escolhe o melhor pra si
Quando você diz que na sua família só tem macho
Prova que esconderam muito bem o baú dentro do armário
Mas sem BADTRIP, a culpa não é sua Continuar lendo

TrabalhaDor (vídeo)

Performance de “Trabalha (dor)”. Poema autoral.

 

diego rbor A ARTE LIBERTA! ® 2017 Todos os direitos reservados ©

Querido Ente

Ele era daqueles velhos ranzinzas, que quando sorria guardava os dentes
Bebia, fumava… Bebia, implicava…
Bebia e reclamava
Não demonstrava tanta graça pelos seus entes
Gostava de si mesmo
e de muito cinismo!
Viu pouco o pôr do sol Continuar lendo

Yohanna

Brasileira índia
Morena modesta
Ancestral e moderna
Como o raio de sol matinal
Desperta os filhos, as flores e o amor próprio
Para bons programas, melhor cia não há
É boa até pra solidão
Lê livros e não fuma nada
Embora traga o melhor de si Continuar lendo